A Ucrânia despacha a favorita França, vai à semi da Euro Sub-21 e se garante nas OlimpíadasA Ucrânia despacha a favorita França, vai à semi da Euro Sub-21 e se garante nas Olimpíadas

A Ucrânia superou a França com uma grande vitória no Europeu Sub-21 e estará no torneio de futebol masculino das Olimpíadas – ao lado de Espanha, Israel e da própria França.

Redação:Confidencial News

A atual edição do Campeonato Europeu Sub-21 oferece ótimas surpresas. E a maior delas aconteceu neste domingo, valendo vaga nas Olimpíadas. A Ucrânia eliminou a França nas quartas de final do torneio continental e disputará os Jogos de Paris em 2024, na sua primeira participação no torneio olímpico de futebol masculino. O favoritismo era todo dos franceses, com um elenco muito forte, mas os ucranianos também possuem vários talentos com rodagem na seleção principal. E os auriazuis provaram sua qualidade com o triunfo por 3 a 1, que classifica o time também para as semifinais da Euro Sub-21. Por tabela, Espanha e Israel também disputarão as Olimpíadas, enquanto a própria França vai como país-sede.

Apesar da nomenclatura, o Campeonato Europeu Sub-21 reúne elencos sub-23 – o limite de idade de 21 anos só vale para o início das eliminatórias, dois anos antes da fase final. Desta maneira, os times que disputam a competição continental devem manter a maior parte de seus talentos para os Jogos Olímpicos. Em teoria, os três melhores colocados da Euro Sub-21 iriam para as Olimpíadas. No entanto, as vagas de Ucrânia, Espanha e Israel foram confirmadas com auxílio da Inglaterra. Os ingleses também passaram para as semifinais do Europeu Sub-21, mas, como não representam a Grã-Bretanha como um todo pelas Olimpíadas, ficam de fora do torneio olímpico.

A Inglaterra chega forte e passa por Portugal

A Inglaterra foi a primeira seleção a confirmar vaga nas semifinais neste domingo. Os Three Lions são treinados por Lee Carsley e contam com vários jogadores da Premier League em seu elenco. Jacob Ramsey, Morgan Gibbs-White, Anthony Gordon, Noni Madueke, Curtis Jones e Levi Colwill estão entre os destaques da formação titular. Portugal, por outro lado, não traz o melhor elenco possível na Euro Sub-21. Não conseguiu fazer frente aos ingleses, com o triunfo por 1 a 0 dos favoritos.

A Inglaterra se deu melhor nas quartas de final graças ao bom trabalho no primeiro tempo. O gol da classificação saiu aos 34 minutos, num baita contra-ataque de pé em pé. Gibbs-White cruzou e Anthony Gordon mandou de primeira nas redes. Durante o segundo tempo, Portugal pressionou bem mais e criou as melhores oportunidades, mas Henrique Araújo parou no travessão na melhor tentativa. Os ingleses ainda não foram vazados na Euro Sub-21 e são os únicos com 100% de aproveitamento no torneio até o momento. Por elenco, pintam como favoritos ao título após a eliminação da França.

A Ucrânia passa por cima da França

De qualquer maneira, a partida que mais chamou atenção neste domingo foi a outra semifinal, entre Ucrânia e França. Os franceses vinham de três vitórias na primeira fase, com uma escalação fortíssima que reunia Pierre Kalulu, Maxence Caqueret, Képhren Thuram, Rayan Cherki e Amine Gouiri entre os destaques. Mas não que a Ucrânia devesse ser ignorada. Os auriazuis reúnem vários jogadores do Shakhtar Donetsk e do Dynamo Kiev, que precisaram assumir o protagonismo de seus clubes por causa da debandada de estrangeiros com a guerra e que também passaram a brilhar na seleção adulta. Figuras como Mykhaylo Mudryk, Heorhii Sudakov, Artem Bondarenko e Anatolii Trubin estão na Euro Sub-21. Lideraram os 3 a 1 sobre os Bleus.

A França era mais agressiva no primeiro tempo e abriu o placar aos 19, numa jogada de Bradley Barcola para o tento de Cherki. Contudo, a Ucrânia foi mais contundente em seus ataques e virou antes do intervalo. Mudryk sofreu um pênalti, convertido por Sudakov aos 32. Já aos 44, Mudryk deu um lançamento absurdo do campo de defesa e Sudakov partiu sozinho nas costas da defesa, para só fintar o goleiro Lucas Chevalier. Os franceses tentaram a reação no segundo tempo e tiveram um gol anulado de Elye Wahi. A resposta dos ucranianos, logo depois, veio com o terceiro tento. Aos 41, Bondarenko deu uma finta seca na marcação e encobriu o goleiro Chevalier para determinar a classificação.

As Olimpíadas e as semifinais

A Ucrânia disputará os Jogos Olímpicos pela primeira vez no futebol masculino como país independente. Entretanto, cabe dizer que alguns jogadores ucranianos chegaram a conquistar medalhas e até mesmo o ouro nos tempos de União Soviética – com menção principal a Oleksiy Mykhaylychenko, campeão em 1988 que depois foi jogador e técnico dos ucranianos. Israel fará sua terceira aparição nas Olimpíadas, caindo nas quartas de final em 1968 e 1976. Já a Espanha vai a 12 aparições, com destaque ao ouro conquistado em 1992 e a três pratas (1920, 2000, 2020).

As semifinais do Campeonato Europeu Sub-21 acontecem na próxima quarta-feira. Israel e Inglaterra fazem o primeiro jogo em Batumi, na Geórgia. Já o outro encontro será entre Espanha e Ucrânia, em Bucareste. A decisão está marcada para o próximo sábado. Os espanhóis buscam a nona final, com cinco títulos, o mais recente em 2019. Os ingleses podem ir à quarta final, com dois títulos nos anos 1980. Já os ucranianos buscam o troféu inédito, com um vice em 2006, treinados pelo supracitado Oleksiy Mykhaylychenko. Apenas os israelenses tentam uma final inédita.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

LinkedIn
Share
WhatsApp