Eleições em Moçambique: Campanha termina, com violência em NacalaEleições em Moçambique: Campanha termina, com violência em Nacala

MAPUTO-A campanha antes das eleições autárquicas de Moçambique, marcadas para quarta-feira, terminou no domingo.

Não é permitida qualquer campanha às segundas ou terças-feiras, que deveriam ser “dias de reflexão”, quando os eleitores consideram as mensagens dos candidatos concorrentes e tomam as suas decisões.

O último fim de semana de campanha foi marcado por um confronto violento entre apoiantes do partido no poder, Frelimo, e do principal partido da oposição, a Renamo, na cidade portuária de Nacala, no norte do país.

Carreatas dos dois partidos confrontaram-se e, segundo observadores da coligação “Mais Integridade”, apoiantes da Frelimo atiraram pedras nos militantes da Renamo. 

Seis pessoas, todas do grupo Renamo, ficaram gravemente feridas.

Nesta confusão, os apoiantes da Frelimo agarraram um membro da Renamo e arrastaram-no para o escritório próximo da Frelimo, onde foi espancado até perder a consciência.

Ensanguentado e inconsciente, o homem foi entregue à polícia, que o levou para sua família.

Tanto a Frelimo como a polícia tentaram impedir que os observadores filmassem estes acontecimentos violentos. 

Os seus telemóveis foram confiscados e as imagens que continham foram apagadas.

Os observadores dizem que foram levados para uma sala nos escritórios da Frelimo onde foram ameaçados e avisados ​​para não acompanharem o resto da campanha eleitoral da Frelimo.

Em Nacala, no domingo, último dia de campanha, a polícia disparou gás lacrimogéneo contra uma multidão de apoiantes da Renamo.

De acordo com a reportagem do correspondente da Confidencial News, não ficou claro porque é que a polícia agiu desta forma mas o jornal do governo informou que eles estavam a agir preventivamente para evitar novos confrontos entre apoiantes da Frelimo e da Renamo.

Screenshot-2023-10-12-095934 Eleições em Moçambique: Campanha termina, com violência em Nacala

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

LinkedIn
Share
WhatsApp