"Israel" não é uma fonte confiável sobre os PRÓPRIOS CRIMES e tem longo histórico de forjar evidências para escondê-los"Israel" não é uma fonte confiável sobre os PRÓPRIOS CRIMES e tem longo histórico de forjar evidências para escondê-los

Não há evidências que comprovam a versão dada pelo governo de Israel de que o bombardeio que atingiu o hospital Al-Ahli, na Faixa de Gaza, na 3ª feira (17.out) tenha sido causado por uma “falha” no lançamento de um míssil da Jihad Islâmica.

Uma investigação dos vídeos publicados pelas Forças de Defesa de Israel –os quais supostamente mostram o momento em que o míssil do grupo extremista teria falhado–, foi possível “identificar 4 ataques aéreos israelenses em Gaza visando a área perto do hospital” minutos antes da explosão.

Na investigação, o veículo disse ter comparado os vídeos usados pelo Exército de Israel –que foram retirados de uma da transmissão ao vivo da própria Al Jazeera–, com uma câmera localizada ao sul de Tel Aviv.

Bomba em hospital em Gaza não foi falha em míssil, diz “Al Jazeera”mas sim bombardeamento da aviação israelita

Fonte:  Al Jazeera

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

LinkedIn
Share
WhatsApp